Voltar ao início

 

 

Acupuntura e auriculoterapia

 

A acupuntura é um recurso teraoéutico milenar da medicina chinesa. Vale a pena conhece-o e profondoar, além de estar na moda. Tem dois usos muito frequentes na atualidade: como terapia e como estética

Acupuntura nas terapias alternativas

Aquí a gente vai entrar no mundo da medicina da China, para o que é precisso conhecer os usos e modos desta medicina tradicional, que se acha, na clasificaçao, dentro das terapias meridianas, como a auriculoterapia, shiatsu, reflexologia.

Os problemas mais frequentes da consulta sao os que o corpo "lembra" do dia, traduzindo nossas atividades em rigidez ou retraçao muscular e qualquer outra resposta física que nao é anormal num primeiro momento. O estresse é uma questao de vida, necessario para sobreviver em algumas oportunidades. Mas quando o ser humano faz abuso dessas atividades, o corpo fica com a consequência: perde flexibilidade e ganha inúmeras doenças.Aqui algums exemplos:

.Insônia

.Dor crónico: sobre tudo dor nas costas. Essas terapias sao boas para correçao postural.

.Trastornos menstruais e da menopausa.

.Ansiedade (trastornos como pánico e outros ligados as condutas ansiosas).

.Problemas sexuais (frigidez, impotência e outros)

 

Os usos da acupuntura na estética e no cuidado do corpo

As terapias meridianas foram, faz tempo, incluidas nas técnicas do cuidado corporal, como sao:

.Emagrecimento

muitos efeitos sao diretos pela açao da acupuntura nos meridianos energéticos. É ideal para as pessoas que sofrem de obesidade, só lembrar que nao tem efeitos colateráis.

.Rejuvenescimento

Tem uma açao facial, agindo diretamente na pele, diminuindo as contraçoes ligadas ao estresse.

.Dores em geral

Muitos clientes consultam com dor na coluna, cada vez mais frequente, para sair sarados quase mágicamente

.Reeducaçao alimentar:

reduçao dos alimentos diários, trabalhando na ansiedade e as condutas de fome.

.Problemas dermatológicos: estrias, celulite e reduçao do abdomen precissam um ênfaase em eletroacupuntura: a modernidade ao serviço da estética e da saúde.

 

Historia da acupuntura e da medicina chinesa

 

Se fala que a acupuntura é tao antiga como os antigos povos da China -isso quer dizer, ums 5000 anos. As técnicas de saúde também foram:

-maxibustao (queima rente à pele de pequenos cones inflamáveis ou de folhas),

-beberagens e massagens (ou digitopuntura, shiatsu)

-auriculoterapia (terapia meridiana que considera a orelha como um pequeno corpo de bebé humano, com diferentes pontos energéticos).

Porém, o grande mestre da medicina chinesa é considerado atualmente ter sido o Chang Chung Ching, que viveu aos 190 anos depois de Cristo e deixou um escrito sobre a febre tifoidea, notável para a época.

No século XIV, os médicos chineses ja tinhan identificado 657 pontos do corpo que eram a entrada e saída da energía vital. Tais pontos estendem-se ao longo de 12 meridianos, que sao os canais que regulam as funçoes corporais. Tem seis que vao em direçao do ceu á terra (ca cabeça aos pés) e os outros seis vao no sentido contrario.

Os meridianos em total sao 14 porque tem dois que vao se juntar, ligando os órgaos "ying" e "yang". Todos exprimem a energía vital chamada Qi ou Shi, segundo as traduçoes.

O uso das agulhas para tocar esses pontos é o jeito de curar específico da acupuntura, atingindo e assim estimulando diversos orgaos que nao tem continuidade com esses pontos. A técnica consiste em colocar a agulha e fazer movimentos verticais e giratorios -ja vimos que atualmente pode se fazer com estimulaçao elétrica.

Os primeiros escritos sobre acupuntura sao da época da dinastia Han (desde o segundo século a.C.), embora foi desenvolvida mais fortemente na dinastia Ming. A introduçao na Europa provávelmente ter sido com as viagens de Marco Polo.

Com o progresso da media, o mundo ficou intrigado quando viu que era possível fazer uma cesárea usando somente acupuntura como anestésico.

 

Estudos atuais sobre a efetividade da técnica

Faz tempo que a ciencia moderna se interessa em estudar a eficácia das terapéuticas chinesas, como de outras medicinas alternativas. No caso da acupuntura, o exemplo é bom para pensar os motivos que levam a tanto estudo, quando as provas da realidade e dos resultados ja estavam falando antes. Porém, vamos mencionar algums dos estudos mais sérios para quem quiser pesquisar além. As instituçoes tem procurado geralmente pesquisar sobre o tratamento da dor, que embora o progresso tecnológico e científico continua sindo um problema grave na medicina atual.

.A Universidade Federal de Sao Paulo Unifesp tem um Setor de Medicina Chinesa e Acupuntura, ligado ao Departamento de Ortopedia e Traumatologia. Áreas de pesquisa: dor muscular, dor de cabeça, trastornos respiratorios, alergias, reumatismo.

. Os estudos da Universidade de Jena, na Alemania: estudo neurofisiológico da resposta as agulhas em acupuntura, demostrou que é melhor do que o placebo no tratamento da dor (2004)

. Universidade Médica de Pequim. Area de pesquisa: reaçoes hormonais ao tratamento acupuntural -essa é a ultima pesquisa, sendo a Universidade um importante centro de desenvolvimento da técnica. Demostraram que a médulo espinal libera opiáceos endógenos que ajudam diminuir a dor.

.Outras: Harvard Medical School de Boston; Universidade de Duisburg-Essen, Cadeira de Medicina Natural e Integrada (área de circulaçao sangüínea e papel antiinflamatório).