Receitas básicas para o uso das plantas medicináis

 

 

Voltar ao início

 

 

 

Aqui a gente vai conhecer as elaboraçoes dos principáis preparados com plantas medicináis, e os conselhos dos elaboradores tradicionáis.

Chás

Fervir a agua. Com a agua recém fervida, agregar as folhas da planta escolhida e deixar repousar por cinco minutos com a panela tapada. Coar e beber. Se quiser mais quente, esquentar sem voltar a fervir. Também é possível deixar o chá descansar e beber na temperatura ambiente. Se quiser adoçar, a mel é o mais recomendável -se nao tiver mel, pode usar também açucar em pouca quantidade.

 

Cozimento

 

Fervir a agua e agregar imediatamente as partes duras da planta. Com a panela tapada e o fogo no mínimo, fervir entre 5 e 20 minutos, segundo a dureza da planta. Ali coar e beber. No caso contrário, pode deixar repousar sem fogo.

 

Xaropes

 

Os xaropes sao chás bem concentrados, de uso interno.

Nesses preparados, a agua é o que tira os principios ativos da planta.
A gente prepara o xarope com grandes quantidades de açucar, permitindo assim a concentraçao e também a conservaçao até seis meses, ao evitar a fermentaçao.
O xarope é doce pelo açucar, permitindo escolher para as crianzas, os xaropes antes do que os chás (que eles nao preferem).

  1. Escolher 100 gr de planta fresca, ou 50 gr para as plantas secas.
  2. Agregar 500 cc de agua fervindo sobre a planta. No caso das plantas duras, fazer primeiro um conzimento ou um chá.
  3. Tapar e deixar repousar durante pelo menos 2 horas.
  4. Coar com uma tela, espremindo-a fortemente. Botar a maior quantidade de líquido possível num copo de boca amplia
  5. Agregar 850 gr de açucar, disolver com o fogo em mínimo.
  6. Coar de novo.
  7. Medir o líquido até completar um litro, usando agua fervida no caso que sekja precisso.
  8. Se completar com agua, mexer com colher de madeira.
  9. Colocar o líquido quente num copo oscuro, de vidro, com boa tapa, até que os copos fiquem cheios. Botar na superficie umas gotinhas de alcool para prevenir as formaçoes micóticas.
  10. Otro jeito de esterilizaçao é fervir o copo tapado pelo menos 5 minutos, tendo a precauçao de fazer isso com uma panela por copo, para evitar que Sejas quebrados e o líquido se perder.
  11. Escrever a data de produiçao no copo, com as preparaçoes diferentes para adultos e crianças, no caso de conchecer.

 

Azeites

Tem que deixar repousar o azeite vegetal com a planta por bastante tempo. É recomendável que o azeite seja de oliva.
Coloca 100 gramos de planta num copo com tapa. Ali, agregar um litro do azeite escolhido. Deixar um mes num lugar cálido, após colar.

 

Exemplos

Azeite de jarilla

Usos da jarilla

Para artrite, artrosis, diurético, para banhos de vapor, para as micose dos pés.

Precauçoes: nao usar se vai te ruma exposiçao ao sol, porque é fotosensível.
                       Nao usar nos casos de alergia ao yodo.

 

Ingredientes:
1 litro de azeite
100 gramos de jarilla fresca (ou seu equivalente de 200 gramos de jarilla seca)

Preparaçao:
Botar o aceite e as folhas da planta numa garrafa oscura.
Tapar e deixar ao sol por um mes –isso é o mais natural que a gente pode fazer, segundo a tradiçao.
Também pode poer numa panela de acero e cozer durante uma hora com outra panela mais grande, cheia de agua, que contem a outra de acero.
Tem uma duraçao de um ano.

 

 

Exemplo de tintura

Tintura de alho (allium sativa)

Ingredientes
Un litro de alcool 70% diluido em agua
200 gramos de alho fresco

Preparaçao

Picar o alho
Botar tudo numa garrafa oscura com o alcool
Misturar durante dez minutos ao menos 7 días
Coar e guardar num lugar sem muita luz, e fresquinho
Duraçao do produto: um ano após da produiçao
Para diminuir o colesterol: 20 gotas por día.

Recomendaçao: para as comidas, lembrar que o alho perde as propriedades medicináis quando a gente come o alho cuzinhado.
Contem: Vitamina A, vitamina B1, B6, B2, Vitamina C, ferro, sílice, azufre, sais de potasio, alistatina I y II (um antibiótico natural¨)

Fazer um herbário

Um herbário é um arquivo de plantas secas identificadas com certeza, que funciona comparando todas as plantas que a gente recolhe.
Sempre tem que escrever, no primeiro lugar, o nome científico da planta.
Para o herbario, é precisso achar uma planta o mais completa possível, se nao, nao vai servir de nada: tem que ter flores, frutos, folhas (as tres coisas idealmente). Uma vez as plantas estiveram secas , botar-as numa folha em branco, colocar o nome científico e popular, e por último o lugar e momento de apanhada a planta.